Vigilância Sanitária realiza fiscalização para inibir comércio ilegal de alimentos

Mais de 70% das principais vias de Balneário Camboriú já foram percorridas pelos fiscais da Vigilância Sanitária. A pedido da 6ª Promotoria de Justiça do Ministério Público, desde o dia 07 de outubro os fiscais estão fiscalizando o comércio irregular de alimentos. A operação conta com o apoio das secretarias da Fazenda, Planejamento e Segurança, por meio da Guarda Municipal.

“Há um grande número de reclamações por parte dos comerciantes do município, que pagam aluguel, impostos, taxas e tributos, diferente dos ambulantes. Além disso, a legislação não permite o comércio e manipulação de alimentos em vias públicas”, falou a diretora da Vigilância Sanitária, Jeanine Gamborji Ramos.

Durante a fiscalização, diversas irregularidades foram encontradas, dentre elas, despejo de água servida (esgoto) na via pública, uso de rabicho para utilização de energia elétrica vindo do comércio, armazenamento inadequado dos alimentos. “Já identificamos 16 pontos irregulares e continuaremos a ação, por tempo indeterminado, com intuito de inibir o comércio de alimentos em via pública”, alertou a diretora.