Maratona Internacional de Floripa abre inscrições para prova de 2018

Prova acontece no dia 26 de agosto de 2018 e espera receber 8 mil atletas na capital catarinense para os percursos de 42 km, 21 km, 10 km e 5 km - Fotos: Gabriel Heusi/Heusi Action

Florianópolis (SC) – 19 de outubro de 2017 – Após o sucesso da primeira edição, a organização da Maratona Internacional de Floripa confirmou a data do evento em 2018 ejá abriu inscrições para a prova. Logo em sua estreia mais seis mil corredores (limite técnico) lotaram as ruas de Florianópolis e a previsão para a segunda edição é de que 8 mil atletas compareçam ao evento que acontecerá no dia 26 de agosto de 2018. Com percursos de 42 km, 21 km, 10 km e 5 km os interessados podem efetuar inscrição através do site http://bit.ly/2j21Ljd.
 
"A estreia da Maratona Internacional de Floripa foi uma grata surpresa para todos. Batemos nosso limite técnico e realizamos a maior corrida de rua da história de Santa Catarina com seis mil atletas de todos os estados e corredores de dez países. Tivemos uma ótima aceitação do público e dos atletas que participaram e estamos bem ansiosos para oferecer uma prova de mais qualidade em 2018", comenta Leonardo Silvano, organizador do evento.
 
As inscrições estão com preços promocionais e os atletas que garantirem presença no evento até o dia 22 de outubro (data da troca do primeiro lote) concorrem a umsorteio para a Maratona de Santiago do Chile com tudo pago (passagem saindo de SP ou RJ, hotel e inscrição) e direito a um acompanhante. Os preços vigentes são: Maratona – R$80,00, 21 km – R$75,00, 10 km – R$70,00 e 5 km R$60,00.
 
Mudanças para 2018:
 
A organização da Maratona Internacional de Floripa, a cargo da AT Sports e Qualitá Eventos, estuda algumas melhorias para o próximo ano. "Uma das mudanças que fizemos foi tirar a Maratona em duplas e colocar a opção de 21 km solo para os atletas, pois isso melhora nossa logística de prova. Além disso, estamos estudando melhorias no percurso a pedido dos próprios corredores e dos órgãos competentes para que a prova fique ainda mais atrativa e segura. Vamos manter nosso padrão de ser uma corrida plana, mas ao mesmo tempo vamos buscar novas alternativas para que o corredor se sinta mais prestigiado e possa desfrutar de um evento ainda mais qualificado", avalia Anderson Tonon, organizador e Diretor Técnico do evento.