Revitalização do Rio Marambaia iniciou nesta quinta-feira

Começou nesta quinta-feira (16), a revitalização do Rio Marambaia. A obra contribuirá com a melhoria da balneabilidade da Praia Central de Balneário Camboriú, já que o rio deságua no Pontal Norte. O serviço, que iniciou com o desassoreamento do Canal entre as ruas 1141 e 1131, está sendo feito com a utilização de máquina escavadeira hidráulica, que está retirando os resíduos sólidos lançados no canal, como restos de materiais de construção, areia e lodo que estão contaminados com esgoto sanitário. Esta etapa levará em média 20 dias para ser concluída.

“Começou a obra de limpeza e desassoreamento tão esperada pela comunidade que vai melhorar a balneabilidade do Pontal Norte e a qualidade de vida de quem mora próximo ao Rio Marambaia. Essa é a primeira parte de um projeto de revitalização que vai dar ao curso deste rio um tratamento a altura de nossa cidade”, pontuou o prefeito Fabrício Oliveira.

A obra era uma reivindicação da população que mora próximo ao Rio Marambaia. Os moradores da região criaram até um grupo no WhatsApp, no início desse ano, para tratar desses assuntos diretamente com técnicos da EMASA. “Estamos vendo um grande comprometimento da Prefeitura em despoluir o Rio Marambaia. Nós moradores do Pontal Norte usamos a praia para praticar esportes e tomar banho. O mau cheiro é muito desagradável e além das doenças que a água pode ocasionar. Estamos muito satisfeitos com esse serviço e com as melhorias para o nosso rio”, comentou coordenador do Grupo Rio Marambaia, Jaison Santos.

Antes do início da revitalização, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA), realizou encontros com moradores da área próxima ao Canal para informá-los sobre a intervenção. “Nos reunimos com a população que mora próximo ao Rio Marambaia para falar sobre a intervenção. Essa ação causará mau cheiro, barulho ou transtornos no trânsito da região em que houver obra, mas todas as medidas serão tomadas para minimizar os efeitos dessa intervenção”, disse o diretor-geral da EMASA, Carlos Haacke.

Depois de concluído o desassoreamento do canal, será feita também a instalação de unidades de aeração em três pontos do Rio Marambaia. Já para o ano que vem será feito o desassoreamento completo com o uso de draga.