Projeto de equipe multidisciplinar reduz em 50% o uso de antibióticos na UTI do HMRC

O uso racional de antimicrobianos: a importância da equipe multidisciplinar. Esse é o título do projeto desenvolvido pela equipe da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Serviço de Controle de Infecção do Hospital Municipal Ruth Cardoso (HMRC), que resultou na redução de 50% do uso de antibióticos na UTI adulta do hospital. O objetivo da iniciativa é evitar o consumo excessivo desde tipo de medicamento que contribui para a resistência microbiana e também orientar quanto ao uso correto e tempo de tratamento.

As ações do projeto começaram em junho de 2016, quando foi levantado o número de pacientes da UTI que estavam fazendo uso de antibióticos. A coleta desses dados é realizada mensalmente. Simultaneamente a isso foram criados os Rounds Multidisciplinares, em que toda a equipe multidisciplinar do hospital (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e fonoaudiólogas) realizaram visitas diárias em todos os leitos da Unidade para acompanhar os pacientes que estavam fazendo uso deste tipo de medicamento, orientando e verificando a necessidade dos mesmos para o tratamento.

Os profissionais César Meirelles (médico intensivista e responsável técnico pela UTI adulto), Débora Lemos (enfermeira do serviço de controle de infecção hospitalar), Juliane Nunes Vianna (médica infectologista do serviço de controle de infecção hospitalar), Grey Robson Filippi (coordenador de enfermagem da UTI adulto) e Richelli Lilian Duarte (coordenadora do centro integrado de qualidade), foram os idealizadores do projeto.

Com o intuito de compartilhar os resultados obtidos e adquirir mais conhecimento para novas pesquisas, o grupo, representado pela enfermeira Débora, apresentou o projeto na Coordenação Estadual de Controle de Infecção em Serviços de Saúde (CECISS), evento anual que tem como objetivo discutir temas relacionados a infecções em serviços de saúde. A edição deste ano acontece nesta quinta e sexta-feira (08 e 09), em São José, e teve como foco principal hospitais do estado que possuem Unidade de Terapia Intensiva.