Balneário Camboriú vai elaborar rotas de turismo cultural em parceria com entidades

A Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Sectur) de Balneário Camboriú esteve em reunião esta semana com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), a Fundação Cultural de Balneário Camboriú, Associação Caminhos Verde Mar, Associação das Vans e a Associação dos Artesãos da Barra. Durante o encontro foi apresentado à Sectur o projeto “Desenvolvimento Territorial Sustentável, com a Identidade Cultural (DTSC)”, que deverá começar a elaborar rotas turísticas culturais na cidade.

O projeto DTSC está em curso desde 2008, mobilizando diversos atores sociais e entidades para constituir uma rede e promover a dinâmica de desenvolvimento. Esta dinâmica engloba as identidades culturais, a biodiversidade, a sustentabilidade, as comunidades tradicionais e o ecossistema de territórios-piloto, sendo um deles o território Caminhos Verde Mar, que incluem os municípios de Bombinhas, Itapema, Porto Belo e Balneário Camboriú. O projeto conta com a participação direta de pescadores artesanais, agricultores familiares, artistas, artesãos, empreendedores e organizações socioambientais.

Durante a reunião foram discutidos pontos estratégicos e caminhos que podem ser explorados no município de Balneário Camboriú, unindo a cultura local com o turismo. “Nem só de belas paisagens vive o turismo nos dias de hoje. Precisamos investir nas diferentes formas de turismo, como o cultural, rural, marítimo, para englobar uma grande quantidade de turistas e assim proporcionar a troca de culturas”, falou o secretário de Turismo, Altamir Teixeira.

 

Fonte/Foto: Comunicação PMBC

04/09/17